Produtos da Agricultura Familiar são dicas para dieta saudável em 2022

Produtos da Agricultura Familiar são dicas para dieta saudável em 2022

A chegada do Ano Novo é sempre um momento propício para rever planos, metas e traçar novos desafios para o novo ciclo. Milhares de pessoas, no mundo inteiro, buscam transformações no seu corpo e as dietas entram em cena por todo o país. É neste cenário que o consumo dos produtos da agricultura familiar se inserem, como opção saudável e também saborosa para o dia a dia.

Quem traz a dica é a nutricionista, Ingrid Bomfim, que faz e sugere o uso desses produtos saudáveis. Mas, ela alerta que os novos hábitos precisam ser duradouros. “Não basta mudar por uma semana, por um mês. É preciso mudar para uma vida inteira. Afinal, em algumas semanas conseguimos ter alguns resultados, que são muito bons, mas se as mudanças não forem duradouras, não será possível manter estes resultados ao longo da vida".

Confira agora as quatro dicas da nutri para equilibrar a sua dieta.

  1. Cuscuz de Milho

Para começar bem o dia, a indicação é consumir o Flocão Puro Milho da Cooperativa Agropecuária Mista Regional de Irecê (Copirecê), que é 100% natural, não contém glúten, zero sódio e é não-transgênico.

Sobre as certificações de produto orgânico e OGM-FREE, o presidente da cooperativa, Walterney Dourado, comenta sobre os seus benefícios. “Essas certificações dão a garantia para os clientes sobre a integridade dos produtos. Esses produtos não transgênicos são mais saudáveis, tem melhor palatabilidade e é produzido por agricultores familiares”.

  1. Mel

Segundo a nutricionista, uma excelente alternativa para o lanche da tarde é usar uma colher do Mel Velho Chico por cima de frutas, porque, ela observa que o mel tem propriedades nutritivas e terapêuticas e que possuem vitamina C, minerais como cálcio, magnésio, fósforo, potássio, zinco, além de ser rico em antioxidantes.

A cliente e revendedora do Mel Velho Chico, em Conceição do Jacuípe, Carla Lorisa Azevedo, ressalta a qualidade e o sabor do mel. “Eu consumo o mel da Cooperativa Agropecuária dos Agricultores e Apicultores do Médio São Francisco (Coopamesf), de Ibotirama, porque é o melhor mel que já consumi. É puro e maravilhoso”.

  1. Castanhas de Caju

Ingrid explica que outra opção para o lanche são as castanhas de caju da Cooperativa da Cajucultura Familiar do Nordeste da Bahia (Cooperacaju), situada em Ribeira do Pombal. “As castanhas de caju possuem nutrientes que melhoram a saúde do coração e dos ossos, redução do colesterol ruim e aumento do colesterol bom, melhora do sistema imunológico, de funções neuromusculares e aumento de energia".

As castanhas de caju da Cooperacaju são vendidas em pacotes de 250g nas formas assada e torrada, natural e em mix com banana e abacaxi desidratados.

  1. Chocolates Bahia Cacau

Engana-se quem pensa que tempo de dieta é tempo sem chocolate! É possível consumir o chocolate 70% sem lactose e o 75% diet da Bahia Cacau, marca da cooperativa marca da Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bacia do Rio Salgado e Adjacências (Coopfesba), localizada em Ibicaraí.

O supervisor de logística, Herbert Freitas, comprova a qualidade dos produtos Bahia Cacau. “Eu tenho intolerância à lactose e os produtos da Bahia Cacau de 70% e 75% não me fazem mal nenhum. Os outros chocolates que são vendidos no mercado não chegam nem próximo dos chocolates deles”.

Mercados

Todos esses produtos podem ser encontrados, além dos mercados convencionais e lojas especializadas na capital baiana e em municípios do interior do estado, também na plataforma mercaf.com.br, uma iniciativa da União das Cooperativas da Agricultura Familiar (Unicafes-BA) que conta com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). O site tem fácil navegação e o cálculo do frete é feito a partir da localização do cliente.

 

Galeria
14/01/2022

Produtos da Agricultura Familiar são dicas para dieta saudável em 2022

Galeria de Fotos

ImprimirPDF
Compartilhe: