Investimentos do Governo do Estado irão incrementar sistemas produtivos da agricultura familiar no Litoral Sul

Sistemas produtivos como o do Cacau, da Mandioca, do Leite, da Piscicultura e da avicultura, voltada à criação de galinhas caipiras, serão incrementados com investimentos da ordem de R$ 3,2 milhões. A ação passará a ser executada a partir da parceria firmada entre a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR) e o Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica (CIMA), nesta quinta-feira (25), na Câmara Municipal de Camacã, com a assinatura do convênio para a implantação do Projeto de Integração Produtiva do CIMA.

O projeto, que será implementado no âmbito da estratégia Parceria Mais Forte - Juntos para Alimentar a Bahia, nasce a partir da ação da execução do serviço de assistência técnica e extensão rural (Ater), pelo Consórcio CIMA, via contrato com a Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater/SDR). Serão atendidas diretamente 1.260 famílias, em um período de 12 meses, dos municípios de Itapebi, Mascote, Santa Luzia, Camacã, Canavieiras, Jussari, Pau Brasil, Itaju do Colônia, Arataca, São José da Vitória e Una.

“É uma importante tarefa dos prefeitos, do CIMA e do Governo do Estado, em estimular a agricultura familiar e, com isso, a diversificação de cultivos nos municípios que compõem o Consórcio. A ideia é prover a população, de alimentação saudável vinda da agricultura familiar, produzida aqui mesmo no estado. Esse convênio é uma das ações que proporcionam as condições para que os agricultores familiares possam ter os seus produtos comercializados, garantindo o aumento da produtividade agrícola e a renda dessas famílias, que é o grande propósito da secretaria”, destacou o secretário de Desenvolvimento Rural, Josias Gomes. 
 
A meta é ampliar a renda das famílias, a partir das suas Unidades de Produção Familiar (UPF). Estima-se que a média da renda líquida mensal das famílias, ao final de dois anos, alcance R$1.600,00. Atualmente a média é de R$960 por família. Para atingir esse objetivo, o projeto aposta em uma Ater qualificada, para aumentar a produção e melhorar a produtividade destes sistemas produtivos. 

De acordo com o presidente do CIMA e Prefeito de Jussari, Antônio Valete, os convênios e parcerias têm fortalecido os consórcios e, consequentemente, os municípios. “O governador Rui Costa nos mostrou que unidos temos mais força para buscar novos pleitos junto aos governos, pois, ao invés de representarmos apenas um município, passamos a representar um território. Desde então, temos conseguido dar celeridade a pleitos antigos”. Ele destacou o apoio da SDR com entregas importantes. “Os convênios que foram assinados hoje são um exemplo disso, pois são de extrema importância para o desenvolvimento regional e chegarão, de fato, a quem mais precisa, que são os agricultores familiares e proprietários rurais, através de assistência técnica, análise do solo, incrementos agrícolas e insumos, dentre outros”. 

Outras ações
Além da Ater, serão aplicados recursos no fomento à produção, agregação de valor, operacionalização do credito rural, ações de regularização fundiária e ambiental e apoio à comercialização. As ações serão executadas de forma integrada, potencializando o sistema produtivo de maior destaque na UPF.

Fotos: Ascom Camacã
 

Galeria
25/11/2021

Investimentos do Governo do Estado irão incrementar sistemas produtivos da agricultura familiar no Litoral Sul

Galeria de Fotos

ImprimirPDF
Compartilhe: