Municípios do Piemonte da Diamantina avançam na regulamentação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM)

Os municípios de Miguel Calmon, Jacobina, Caém, Ourolândia, Umburanas e Várzea Nova, no Território Piemonte da Diamantina, já possuem a lei de criação e regulamentação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM). Equipes técnicas estão sendo formadas e realizando o cadastramento dos produtores e empreendimentos interessados na certificação, como laticínios/queijarias, entreposto de ovos e abatedouro de suínos. Em Mirangaba, a aprovação da legislação está em andamento.

A implantação do SIM no Território do Piemonte da Diamantina está sendo viabilizada por meio da parceria firmada entre o Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável e o Pró-Semiárido, projeto do Governo do Estado, executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com aporte financeiro do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA). 

Segundo a veterinária responsável pela implantação do SIM na região, Jana Rios, “o objetivo é fortalecer a agricultura familiar e as agroindústrias de pequeno porte, para que possam ser ofertados produtos de origem animal certificados, inspecionados, inócuos e com garantia sanitária”. Com a produção certificada, os agricultores familiares poderão ampliar suas produções e comercializar seus produtos para o mercado atacado e varejista.

Para o diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, essa é uma alavanca importante, na medida que a CAR tem condições de proporcionar a criação de agroindústrias de pequeno porte: “Com a instalação do SIM temos condições de apoiar a produção de queijos, mel, ovos e  abate de galinhas, suínos e caprinos em cada município, para que esses empreendimentos possam gerar empregos e renda para a região”.

Intercâmbios – Durante o mês março foram realizadas visitas a empreendimentos já certificados, com a presença de representantes dos projetos da CAR, Pró-Semiárido e Bahia Produtiva, Banco do Nordeste, Colegiado de Desenvolvimento Territorial – Piemonte da Diamantina (CODETER), além de agricultores familiares, que puderam ver o funcionamento de pequenas agroindústrias, a exemplo do entreposto Ovos da Caatinga e da Queijaria Caipira do Silva, em Juazeiro, e a Ligue Bife de Feira de Santana.

A equipe e os agricultores conheceram a estrutura e equipamentos necessários para o funcionamento dessas agroindústrias, verificaram a aplicabilidade de boas práticas de fabricação, compartilharam conhecimento e sanaram dúvidas sobre cooperativismo e produção. 

O assessor de políticas públicas do Pró-Semiárido, Izaías Reis, destacou a importância dessa troca de experiências: “As visitas animaram muito, não só os produtores, mas também o Banco do Nordeste, que viu que é possível financiar empreendimentos semelhantes na região. O próprio Serviço de Inspeção Municipal também visualizou a possibilidade de implantar agroindústrias de pequeno porte similares no Território, principalmente laticínios”. Izaías Reis lembra que o SIM orienta os agricultores quanto aos procedimentos para a obtenção da certificação, mas é a prefeitura local que fornece o selo. 

Investimentos

Além do convênio firmado com Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável Piemonte da Diamantina, o Governo do Estado, por meio da CAR/SDR, já firmou convênios para implantação do SIM com sete outros consórcios públicos, sendo eles: Consórcio Sisal, Bacia do Paramirim, Sertão do São Francisco, Recôncavo, Portal do Sertão, Bacia do Jacuípe e Piemonte Norte Itapicuru. Mais de R$ 1,2 milhão de recursos já foi investido para incentivar a consolidação do SIM.

Galeria
17/03/2020

Municípios do Piemonte da Diamantina avançam na regulamentação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM)

Galeria de Fotos

ImprimirPDF
Compartilhe: