CDA inicia atividades da Chamada Pública de Ater voltada ao Crédito Fundiário no Território Bacia do Rio Grande

A Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), unidade da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), realizou, até esta sexta-feira (08), no Território de Identidade Bacia do Rio Grande, reuniões nos municípios de Catolândia, Formosa do Rio Preto, Riachão das Neves e Cotegipe, de apresentação das etapas e metodologias da Chamada Pública de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), que contempla 450 famílias de agricultores familiares beneficiadas pelo Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF).

A Chamada Pública de Ater é executada por meio da parceria firmada entre a CDA/SDR e a empresa Prosperar Consultoria. Em um período de 26 meses, a equipe técnica, formada por agrônomos, sociólogos, veterinários, pedagogos e gestores ambientais, irá prestar a assistência técnica junto aos agricultores familiares, reorganizando as associações e orientando o georreferenciamento dos imóveis rurais, que tiveram seus financiamentos liquidados.

Isabel Oliveira, coordenadora de Reforma Agrária da CDA, explica que essa é a primeira Chamada Pública de Ater, realizada pela Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) para a região Oeste da Bahia: “Esta chamada tem a finalidade de organizar as comunidades beneficiadas pelo PNCF nesta região e fomentar o acesso ao crédito e a comercialização. Essa era a ação que faltava para consolidar o Crédito Fundiário. É a oportunidade de potencializarmos, ainda mais, o poder de produção e sustentabilidade econômico-financeira destes projetos e dessas famílias".

Para Gileno Gonçalves da Silva, beneficiário do PNCF e vice-presidente da Associação Terra Produtiva, situada em Catolândia, a Chamada Pública de Ater irá fortalecer o trabalho desenvolvido nas comunidades: “A Chamada Pública será de grande valia, pois teremos a assistência técnica e iremos melhorar os nossos projetos”.

Givanildo Jacinto dos Santos Filho, coordenador da empresa Prosperar, conta que “os agricultores estão muito receptivos a esse trabalho, que será realizado com envolvimento de parceiros. Acreditamos que faremos um trabalho de referência e de excelência para o Brasil todo”.

Presenças - Participaram dos encontros dirigentes da Superintendência de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater/SDR), da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR/SDR), da CDA, membros do Colegiado Territorial de Desenvolvimento Sustentável (Codeter) e do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS), além de representantes de cooperativas, federações, movimentos sindicais, secretarias municipais de Agricultura e Meio Ambiente, de Cartórios de Registro de Imóveis e Tabelionato de Notas da região.

 

ImprimirPDF
Compartilhe: