• #
  • CACAU 2035
  • Inscrições VIII FEBAFES
  • Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Edital de Mudas e Sementes

Desenvolvimento Rural

14/11/2017 18:11

SDR e Consórcio Chapada Forte debatem sobre políticas públicas para o desenvolvimento rural

Assistência técnica e extensão rural (ATER), regularização fundiária e agroindustrialização, são algumas das políticas públicas debatidas durante reunião realizada nesta terça-feira (14), na sede da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), em Salvador, com a presença do titular da SDR, Jerônimo Rodrigues e o presidente do Consórcio Chapada Forte, João Lúcio Carneiro.

De acordo com o secretário da SDR, Jerônimo Rodrigues, o diálogo com os consórcios é uma estratégia do Governo do Estado que visa otimizar a relação de parceria com as prefeituras municipais, para executar, de forma mais eficaz e eficiente, as políticas públicas voltadas para o desenvolvimento rural da Bahia.

“Por determinação do governador estamos dialogando com os consórcios para executar diversas ações do rural, seja a regularização fundiária, com títulos de terra, seja de ATER ou limpeza de aguadas. O fato de nos relacionarmos com os consórcios, que no caso da Chapada é composto por 19 municípios, não atrapalha a relação direta com esses municípios”.

João Lúcio Carneiro, prefeito de Andaraí e presidente do Consorcio Chapada Forte, ressaltou que esse encontro é uma oportunidade única de alinhar ações que deverão ser executadas nos municípios que compõem o consórcio: “Precisamos nos organizar para ter acesso às políticas públicas ofertadas pela SDR e a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR). Essa é a oportunidade de poder mostrar aos colegas prefeitos que os municípios precisam estar preparados para ter acesso às políticas que o Governo do Estado tem a oferecer”.

Durante o encontro foram abordados ainda temas importantes para esse território, como o Bahia Produtiva, projeto executado pela CAR/SDR, que lançará, em breve, mais quatro editais, voltados para projetos produtivos de povos indígenas e quilombolas, recuperação de agroindústrias paradas e de apoio a alianças produtivas, e da piscicultura e aquicultura, com adequações nas questões ambientais, por meio de um trabalho realizado em parceria com a Bahia Pesca, que distribui alevinos. Nesse convênio a (CAR/SDR) seria a responsável por uma parte da ração dos peixes e a limpeza dos tanques.

A ATER foi outro assunto debatido na reunião e, de acordo com o secretário da SDR, para ampliar esse serviço, é necessário que as secretarias municipais de Agricultura ou áreas equivalentes, possam ser aperfeiçoadas, organizando suas equipes técnicas, possibilitando-as firmar convênios com o MAIS ATER, projeto executado pela Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater) que tem como objetivo estruturar as secretarias municipais para a execução de ATER nos municípios.

“Nosso objetivo, com a parceria entre Governo do Estado e prefeituras, consórcios e colegiados, é fortalecer a agricultura familiar, para que os agricultores, assentados de reforma agrária, quilombolas, ribeirinhos e pescadores possam receber ações como assistência técnica, agroindústrias, títulos de terra, enfatizou Rodrigues”.

Estavam presentes o coordenador executivo de Pesquisa, Inovação e Extensão Tecnológica (Cepex), José Tosato, de representantes da CAR/SDR e Bahiater/SDR, uma equipe do Consórcio Chapada Forte e parlamentares e assessores.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.